Como Repassar a Visão

20/06/2020

Como Repassar a Visão

O principal fator de sucesso na apresentação de uma ideia, projeto ou visão é conseguir atrair um público que acredita no que você acredita.

Não basta concentrar-se no conteúdo a ser transmitido (informações, dados, números, gráficos). Todos querem saber o porquê de tudo.

Por que nos reunimos para assistir sua apresentação? Por que ela é importante? Por que ela fará a diferença?

O porquê faz parte da comunicação daquilo que acreditamos. O porquê mostra o significado, o valor, a razão de fazermos o que fazemos.

As perguntas do tipo "o quê" e "como" são mais racionais, técnicas e menos afetivas. O "porquê" entra num ambiente mais profundo... onde as conexões são geradas com a empatia, aumentando as chances da equipe engajar-se com o projeto apresentado.

A apresentação de uma ideia, projeto ou visão deve começar pelo "porquê". É importantíssimo estruturar sua apresentação com a mente e com o coração fazendo perguntas do tipo:

Por que estou fazendo isso? Por que isso é tão importante? Por quê?

Quando os membros da equipe entendem o porquê do projeto ou da visão, certamente passarão a sentir-se mais confiantes, atraídos e engajados.



Comunicação e Interação de Confiança

Como repassar à equipe o "porquê" do seu projeto? É preciso começar com a comunicação certa. O que sentimos e pensamos fluem na comunicação através de três canais principais:
  • Palavras - conteúdo e forma;
  • Voz - maneira de falar, tom;
  • Linguagem Corporal.
A sua palavra, como líder, transmite crédito ou desconfiança, graça ou desgosto? Na conversa entre os membros de sua equipe os ouvintes se sentem valorizados e edificados com a sua palavra?

Você sabia que as palavras representam 7% na nossa comunicação? O jeito de falar e o tom de voz, representam 38% e a linguagem corporal 55%? Pois é, estes três meios de comunicação formam o "Circulo da Comunicação", por isso eu e você precisamos estar muito atentos a todos esses mecanismos de expressão durante a instrução de liderança, os contatos ministeriais e até mesmo no bate papo informal.
Não esqueça que a recomendação bíblica para as relações interpessoais é:
A vossa palavra seja sempre com graça, temperada com sal, para saberdes como deveis responder a cada um. Cl 4:6.
A palavra graciosa favorece a interação e quando isso acontece, o passo seguinte é a confiança. É mais provável que a equipe ao ouvir a fala do líder explicando o porquê, concorde e aceite a fala do líder quando tem certeza de que a palavra veio de alguém que confia e se relaciona bem.


Aprendendo com o Mestre
Jesus foi um grande líder servidor. Ele amava as pessoas e buscava ajudá-las, e assim as pessoas o seguiam com confiança e prazer. Em vez de investir em organizações e estruturas administrativas, Jesus investiu em relacionamentos e no discipulado. Formou um exército de servidores fiéis que permanece até hoje.
É preciso que os novos líderes pensem nas pessoas e busquem ajudá-las. Assim elas o seguirão e formar-se-á então, uma equipe unida e forte.


Os Riscos
É preciso ter consciência dos riscos que envolvem a liderança servidora. Alguns poderão abusar de nosso amor. Ser um líder servidor significa assumir o risco de sentir o seu amor ser rejeitado, mal compreendido ou ignorado.

Muitas pessoas continuam escolhendo somente os pães e os peixes, desprezando o amor de Deus. Mas isto não significa fracasso na liderança servidora. Nossos atos, por mais justos e bondosos, assim como os nossos esforços, em treinar e capacitar discípulos, não podem fazer ninguém se tornar um cristão verdadeiro. O máximo que conseguimos, com o nosso sacrifício e exemplo de vida, é mostrar o caminho certo, Jesus. Saiba, porém, que não somos julgados por Deus pelo nosso sucesso entre os homens, mas por nossa fidelidade e obediência.

Certamente que alguns atos de obediência são dolorosos e caros para aqueles que lideram e servem ao próximo com amor. Mas, a motivação que habita o coração do líder servidor é simplesmente servir e a certeza que paira em sua mente é que a sua obra terá recompensa.


Vós, porém, esforçai-vos, e não desfaleçam as vossas mãos; porque a vossa obra terá uma recompensa - 2Cr 15:7.
Sabendo que do Senhor recebereis como recompensa a herança; servi a Cristo, o Senhor - Cl 3:24.